Profilaxia é um termo muito utilizado na medicina e na odontologia, que são medidas para prevenir ou atenuar doenças. O termo profilaxia, é de origem grega e significa precaução, sendo também utilizado para designar estudo de outras áreas do conhecimento.
 
Em odontologia, a profilaxia é o processo de limpeza e conservação dos dentes, a fim de evitar que doenças odontológicas se instalem, e tornem mais difícil o tratamento.
 
A profilaxia consiste na raspagem supra-gengival e alisamento dos dentes para remoção do cálculo dental, além de remoção detalhada da placa bacteriana aderida em cada face do dente. Em geral, orienta-se o paciente, em relação às técnicas de escovação e alimentação, consumo de açúcar, café, etc.
 
Mesmo com os cuidados diários (correta escovação, uso regular de fio dental, enxaguantes), podem permanecer áreas de placa bacteriana e cálculo (tártaro), que passam despercebidas.
 
O acúmulo de placa bacteriana, caracterizada por um filme transparente e viscoso aderido à superfície dentária, perto da gengiva, permite que grupos de bactérias se reúnam e liberem toxinas e ácidos. Este conjunto orquestrado gera irritação, inflamação, dores nas gengivas, podem causar mau hálito e podem iniciar ou agravar o processo da cárie dental.
 
Com o tempo, essa placa é mineralizada, pela ação da própria saliva, e se torna endurecida. É a fase do tártaro ou cálculo dental, e não é possível mais remover a placa em casa, sendo que as gengivas podem sangrar com frequência.
 
Sobre essa placa mineralizada (cálculo ou tártaro), são acumuladas mais e mais bactérias, que perpetuam o processo de inflamação. O acúmulo do tártaro também influencia negativamente na estética do sorriso, porque sua coloração amarelada destoa com o tom natural dos dentes.
 
Em situações mais graves, a atividade bacteriana aderida ao cálculo, acaba por promover a reabsorção do osso que sustenta os dentes, podendo ficar móveis, podem mudar de posição e até mesmo cair.
 

Faça uma avaliação na Orthoway. Nós cuidamos do seu sorriso!