Como escolher um bom dentista?

 
Essa é uma questão delicada, pois falar de competência é perigoso. Mas algumas características podem lhe ajudar na hora de selecionar o profissional da área do sorriso:
 
  • 1. Procure entre seus familiares e amigos uma indicação, afinal, uma experiência positiva de alguém em quem confiamos é um bom sinal na escolha por um profissional qualificado;
  •  
  • 2. Peça para ver o “antes e depois” de outros pacientes atendidos. Por ser um tratamento relacionado à estética, uma imagem pode ser determinante para sua avaliação final;
  •  
  • 3. Certifique-se de que o profissional tem licença para atuar. No caso dos dentistas, você pode consultar o Conselho Regional de Odontologia;
  •  
  • 4. Preste atenção na primeira consulta. O segredo para um tratamento estético de alta qualidade é entender bem o caso do paciente. Geralmente consultas grátis e de curta duração não incluem um diagnóstico apurado do caso;
  •  
  • 5. Desconfie de tratamentos “tapa buraco”. Um sorriso perfeito geralmente exige uma série de tratamentos em conjunto, buscando solucionar o problema como um todo, afinal, você não pode se esquecer que a odontologia é, acima de tudo, uma questão de saúde. De posse dessas informações, você já pode começar a seleção de um profissional para lhe ajudar a conquistar um lindo sorriso.
  •  
  • 6. Sorriso perfeito = reabilitação oral e não uma operação “tapa buraco” Basta digitar no Google: sorriso perfeito. Pronto. Lá estarão centenas de dicas, hábitos e até mesmo simpatias para se conquistar um sorriso perfeito. Aí você lê tudo isso e procura por um dentista já sabendo do que precisa.  
  •  
  • 7. E aqui vai uma dica extra: assim como no caso da construção de uma casa, onde de nada adianta um excelente arquiteto se o engenheiro, o mestre de obras e os pedreiros não trabalharem em sintonia, também na escolha por um dentista você precisa conhecer a equipe que estará envolvida no seu tratamento, para ter certeza de que todos estão falando a mesma linguagem e entenderam bem o seu caso!
  •  
O diagnóstico está pronto, bastará apenas a execução. E o pior é que em muitos casos os dentistas realizam nos pacientes apenas essas operações “tapa buraco”, como se a resolução de um problema pontual – como o fechamento de espaços entre os dentes (o fechamento de diastemas), por exemplo – fosse a saída para a obtenção de um sorriso ideal. Não. Isso está errado. Você só terá o tão sonhado sorriso perfeito após um diagnóstico detalhado sobre a situação de toda a sua saúde bucal. Não é somente a aparência dos seus dentes ou da sua gengiva que estão em jogo.
 
A reabilitação oral envolve diversos aspectos que vão muito além da estética, tais como a fisiologia do paciente, que é diferente em cada pessoa.
 
 

Faça uma avaliação na Orthoway. Nós cuidamos do seu sorriso!